ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Prevenção

Ministério da Saúde capacita equipe da Saúde da Prefeitura de Ivaiporã

Terça-feira, 26 de março de 2019

Visualizada 152 vezes

O prefeito Miguel Amaral entende que os servidores bem preparados tecnicamente dão atendimento melhor para a população


A dermatologista Amália Sathler Pires veio de Belo Horizonte/Minas Gerais – a convite do Ministério da Saúde, ministrar uma capacitação sobre hanseníase para a equipe do Departamento Municipal de Saúde da Prefeitura de Ivaiporã.

O prefeito Miguel Amaral entende que os servidores bem preparados tecnicamente dão atendimento melhor para a população. “O diagnóstico precoce é de fundamental importância para prevenir riscos e sequelas. Por isso, os profissionais de saúde da Prefeitura de Ivaiporã são constantemente capacitados para agir no combate das mais variadas doenças”, declarou Miguel Amaral.

Segundo Amália Pires a hanseníase é endêmica no Brasil. “O menor número de casos de hanseníase é registrado no Rio Grande do Sul. Há mais casos da doença no Centro-Oeste e Norte. Mas a doença existe na maioria dos Estados”, contou a dermatologista.

O diretor do Departamento Municipal de Saúde, Claudeney Martins, considerou importante capacitar os profissionais de saúde e estimular o conhecimento no combate à doença.

Manchas vermelhas, rosas ou brancas e alteração na sensibilidade da pele. Estas são algumas características da hanseníase – uma das principais doenças dermatológicas do Brasil. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o país ocupa o 2º lugar no ranking mundial de casos da enfermidade, ficando atrás apenas da Índia.

A doença também se caracteriza pelo formigamento, sensação de choque, dormência e queimaduras nas mãos e pés pela perda da sensibilidade, assim como falta de força e problemas nos olhos.

A hanseníase é uma doença infecciosa causada por um bacilo que acomete a pele e os nervos. A forma de contágio ocorre pelas vias aéreas (falar, tossir ou espirrar) por pessoas doentes que não estejam em tratamento.

Os medicamentos são gratuitos e estão disponíveis na rede SUS. Curam a doença, interrompem a transmissão e previnem as incapacidades físicas. O tratamento varia de 6 meses a 1 ano – dependendo da quantidade de bacilos e lesões.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

Dermatologista Amlia Pires ministra capacitao a convite do Ministrio da Sade Credito: Lcia Lima

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 08h00 às 11h00 e 13h00 às 16h00. DISQUE ILUMINAÇÃO PUBLICA: 0800-6493472. Seja um bom cidadão!

Rua Rio Grande do Norte, 1000

(43) 3471-1950

OUVIDORIA - 0800-649 3472

atosoficiais@ivaipora.pr.gov.br

Última Atualização do site:   19/06/2019 14:29:51