Covid-19

COVID-19

Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br
Acessibilidade

62º Japs

De mãe para filha: handebol une gerações

Domingo, 25 de agosto de 2019

Última Modificação: 25/08/2019 17:18:27 | Visualizada 416 vezes

Das 23 equipes participantes, 18 estrearam na competição e juntas marcaram 492 gols - uma média de 27 por jogo.


Ouvir matéria

No total, 9 partidas deram início às classificatórias do handebol na fase final do 62º Jogos Abertos do Paraná (JAPS), realizadas sábado, dia 24, em Ivaiporã. Das 23 equipes participantes, 18 estrearam na competição e juntas marcaram 492 gols – uma média de 27 por jogo.

A seleção feminina de Matelândia começou a trajetória na disputa com vitória ao superar por 40 x 15 o elenco de Telêmaco Borba, somando os primeiros pontos no grupo B. Artilheira com 13 gols, a central Júlia Weizenmann, que também atua nas armações, disse que toda vez que entram em quadra lidam com o desconhecido, por mais que tenham enfrentado as adversárias.

“Quando entramos em quadra é uma surpresa. Cada time joga de uma maneira. Então, toda competição é uma incógnita, mesmo que conheçamos as meninas há muito tempo. A composição das equipes é sempre diferente. Buscamos bons resultados em equipe, respeitando às adversárias, mas impondo a nossa maneira de jogar. Treino muito para ter um bom rendimento em quadra e espero sempre ajudar o meu time a vencer”, declarou Júlia Weizenmann, que também é bacharel em Educação Física e integra o quadro de arbitragem da Associação Paranaense de Árbitros de Handebol.

Uma das mais experientes jogadoras do selecionado de Matelândia, a ponta direita Marta Dal Pozzo divide a quadra com a filha Sara Dal Pozzo Callegaro, que joga de pivô. Ao levar a primogênita nas competições, Marta Pozzo a inspirou a ser atleta, incentivando-a aos 7 anos a dar os primeiros passos na modalidade. “Desde então acompanho a minha mãe em todas as competições. Foi ela que fez a minha base. Foi minha treinadora até 2017 – último ano que participei dos Jogos Escolares”, expôs.

Centrada, Sara Callegaro afirma que entrar em quadra com a mãe lhe dá mais segurança para jogar. “É uma alegria incalculável poder dividir a quadra com ela, porque me passa uma segurança maior pelo fato dela ter participado de todo o meu processo de formação no handebol. Ela sempre está junto comigo em quadra, procura me ajudar e corrigir quando erro o que me deixa mais confortável para jogar”, afirmou.

Há 36 anos, Marta Pozzo defende as cores de Matelândia, levando o nome do município aos quatros cantos do Estado. Bacharel em Educação Física, a veterana orgulha-se da parceria firmada com a primogênita. “É muito bom tê-la como minha companheira e ser seguidora daquilo que sempre tentei passar para ela – o esporte é luta e garra. É vencer na vida. Acredito muito no potencial dela e da equipe, que é uma grande família”, ressaltou.

Marta Pozzo acrescentou o seguinte: “Apreciamos tanto a modalidade, que, além de jogarmos juntas, compartilharmos experiências, gostamos de assistir aos jogos de alto nível e ver como as fundamentações são aplicadas para que possamos melhorar a nossa forma de jogar”, mencionou.

 

Demais confrontos

Com uma disputa acirrada na mesma chave, Francisco Beltrão ganhou de uma bola sobre Umuarama por 28 x 27. Vantagem também conquistada por Mandaguaçu diante de Campo Mourão por 25 x 24 ao passo que São Miguel do Iguaçu estreou com vitória sobre Cambé – 26 x 18 em jogos válidos pelo grupo C. E no A o equilíbrio também imperou, com São José dos Pinhais superando Rebouças por 33 x 32.

 

Disputa masculina

Por outro lado, na competição masculina estrearam com vitória Mariluz, Astorga, Corbélia e Saudade do Iguaçu. Artilheiro com 12 gols, o saudadense Tauan Rossoni destacou a garra da equipe e o quanto a vitória foi importante na estreia. “Essa competição é muito forte. Todos os times são bons. Iniciar com a vantagem dá uma confiança maior e anima o time para os próximos jogos. Estamos com alguns desfalques e todos deram o melhor para ajudar a equipe”, destacou o armador direito, que veste a camisa da cidade natal desde os 8 anos.

 

Segunda rodada

Os confrontos da fase de grupos seguiram neste domingo, dia 25, a partir das 09h30, nos Ginásios De Esportes Sapecadão e Jardim Alegre. A entrada para assistir aos jogos nas praças esportivas é gratuita.

A Fase Final dos Japs – Divisão B é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação e do Esporte, com o apoio do município de Ivaiporã.

Jaqueline Galvão

 Galeria de Fotos

 Veja Também