Covid-19

COVID-19

Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br
Acessibilidade

Prevenção

Prefeitura de Ivaiporã cria canal de apoio psicológico gratuito via WhatsApp durante pandemia do Covid-19

Quinta-feira, 02 de abril de 2020

Última Modificação: 20/08/2020 16:52:37 | Visualizada 1265 vezes

Lumi Hashimoto explicou que foram estabelecidas estratégias de prevenção ao Covid-19 pensando na saúde mental da população de Ivaiporã


Ouvir matéria

A Prefeitura de Ivaiporã criou o canal de apoio psicológico gratuito, por intermédio do Departamento Municipal de Saúde, via aplicativo WhatsApp (43) 98483-3084 durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). O atendimento é prestado pelas psicólogas Lumi Hashimoto e Gislaine Naiara da Silva.

O canal de apoio atende de segunda a sexta-feira, entre as 08h00 e 11h00 e das 13h00 às 16h00 – voltado aos adultos acima de 18 anos que se encontram angustiados devido à pandemia e com a necessidade de conversar.  

Lumi Hashimoto explicou que foram estabelecidas estratégias de prevenção ao Covid-19 pensando na saúde mental da população de Ivaiporã. “A pandemia do coronavírus chegou ao município em forma de decretos e leis e não em forma de doença. Ou seja, as medidas preventivas estabelecem isolamento social para evitar a gravidade da doença. Por isso, o sentimento vivenciado é de punição. No entanto, o isolamento não é castigo. Precisamos urgentemente aprender a viver a prevenção de forma consciente e planejada”, esclareceu a psicóloga.

Segundo Lumi Hashimoto isolamento social – ato de cuidado voluntário, quando vivenciada como castigo, aciona um sentimento de tristeza e desamparo, como se o isolado estivesse esquecido ou abandonado. “Não é preciso ficar excluído e abandonado. É preciso conversar. Neste momento, as ligações telefônicas e os meios virtuais podem ser muito úteis. Trocar palavras e olhares ajuda a promover o amparo, gerando alegria e saúde”, reforçou Lumi Hashimoto.

No que se refere à ansiedade a psicóloga disse que é um sintoma recorrente, neste período, por lidar com o desconhecido. “Por isso, muitas pessoas começaram a levantar questionamentos devido às situações de incertezas que o Covid-19 provoca. Serei infectado? Perderei o meu trabalho? Será que alguém que eu amo será infetado? O que acontecerá após a pandemia? Mas é normal sentir ansiedade. Não sentir é que seria estranho. Mas é fundamental tratar a ansiedade para evitar danos”, explicou Lumi Hashimoto.

A recomendação do Ministério da Saúde é que a população evite contato social com o objetivo de impedir mais contágios do coronavírus.

Os atendimentos serão agendados pelo aplicativo WhatsApp (43) 98483-3084 para facilitar o contato com a população via chamadas de áudio, vídeo ou por texto.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

 Veja Também