Covid-19

COVID-19

Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br
Acessibilidade

Parceria

Departamento de Esporte da Prefeitura de Ivaiporã doa material esportivo à Apac

Segunda-feira, 15 de março de 2021

Última Modificação: 15/03/2021 08:45:57 | Visualizada 680 vezes

presidente da Apac, Leila Boukhezan, explicou que os recuperandos irão usar os equipamentos nos momentos de lazer.


Ouvir matéria

Atendendo à solicitação da Apac (Associação de Proteção e Assistência aos Condenados) a Prefeitura de Ivaiporã doou material esportivo, por intermédio do Departamento Municipal de Esporte e Lazer, que será utilizado pelos recuperandos.

O material foi entregue à presidente da Apac, Leila Boukhezan, pelo diretor do Departamento Municipal de Esporte e Lazer, Marcelo Kloster.

“As atividades esportivas praticadas nas unidades prisionais, além de reintegrar os privados de liberdade, propicia uma melhora significativa nas relações interpessoais”, opinou Marcelo Kloster.

Leila Boukhezan explicou que os recuperandos irão usar os equipamentos nos momentos de lazer. “Devido à pandemia os recuperandos estão sem contato com os familiares. Por isso, é importante praticar atividade física para evitar estresse e ter mais qualidade de vida”.

Acompanharam a entrega os diretores dos Departamentos Municipais de Assistência Social e de Cultura, Flávia Kuss e Sandro Spigolon.

 

Ressocialização

No sistema convencional, cada preso custa 4 salários mínimos por mês ao Estado e o índice médio de ressocialização é de 14%. Em contrapartida, com o método Apac o custo cai para 1 salário mínimo e o índice sobe para 90%.

Atualmente, tem 10 recuperandos no sistema semiaberto da Apac de Ivaiporã e no sistema fechado 25.

Chamado de recuperando – e não condenado, quem cumpre pena numa Apac levanta às 06h00, arruma a cama (ninguém dorme no chão), limpa a cela, usa banheiro higienizado, chuveiro e privada, como previsto no Artigo 88 da Lei de Execução Penal.

Na Apac os recuperandos circulam livremente durante o dia pela unidade prisional, e à noite retornam para as celas. Os recuperandos usam crachá como o nome, não utilizam algemas, fazem a própria refeição, que é consumida com garfos, facas e colheres.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

 Galeria de Fotos

 Veja Também