Covid-19

COVID-19

Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br
Acessibilidade

Prevenção

Monitores da Prefeitura de Ivaiporã aferem temperatura e conferem identificação dos usuários do transporte coletivo

Segunda-feira, 24 de maio de 2021

Última Modificação: 24/05/2021 12:44:12 | Visualizada 603 vezes

TCE vai orientar os gestores de serviços de transporte público sobre as providências a ser adotadas durante o período de emergência sanitária decorrente da pandemia


Ouvir matéria

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai elaborar uma resolução com critérios para a fiscalização do serviço de transporte público durante a pandemia da Covid-19. O principal objetivo é evitar que os ônibus sejam um foco multiplicador de contaminação de passageiros, motoristas e cobradores pelo coronavírus (Covid-19).

A proposta foi feita pela Coordenadoria-Geral de Fiscalização do Tribunal por entender que o estabelecimento de diretrizes vai conferir maior transparência e favorecer o controle interno, externo e o controle social sobre o transporte durante a pandemia. 

No dia 5 de abril, a Prefeitura de Ivaiporã determinou, por intermédio do Departamento Municipal de Assistência Social, que fosse criada a carteira de identificação que dá acesso ao transporte público gratuito. O objetivo foi limitar o serviço aos trabalhadores que precisam cumprir horário no trabalho e retornar para casa em segurança.

Além disso, a administração municipal disponibilizou 8 monitores no Terminal Rodoviário para conferir a carteira de identificação, aferir a temperatura e borrifar álcool 70 nas mãos dos usuários para evitar contaminação. “Os trabalhadores que usam o transporte público gratuito estão conscientes e se acostumaram com os monitores que começaram o trabalho de conscientização em fevereiro”, contou o supervisor do transporte coletivo gratuito, Ailton Stipp.

Por meio da resolução, o TCE vai orientar os gestores de serviços de transporte público sobre as providências a ser adotadas durante o período de emergência sanitária decorrente da pandemia. Entre as medidas previstas – elaboração de protocolo sanitário, definição de escalonamento de atividades, frota mínima em circulação, limite de ocupação máxima dos veículos e regras de distanciamento voltadas aos trabalhadores e usuários do sistema em veículos e terminais de embarque e desembarque.

O prefeito Carlos Gil lembrou que as medidas adotadas em Ivaiporã, visando controlar o número de casos positivos de coronavírus, deram resultados positivos. “Mas a população não deve se descuidar – especialmente devido ao período de inverno. É fundamental o uso de máscara, álcool 70, distanciamento social e manter os ambientes de trabalho ventilados”, aconselhou o prefeito.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

 Galeria de Fotos

 Veja Também