Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br
Acessibilidade

Qualidade de vida

Prefeitura de Ivaiporã investe R$1.284.359,49 em ciclovias e ciclofaixas para garantir segurança aos ciclistas

Terça-feira, 06 de dezembro de 2022

Última Modificação: 06/12/2022 15:22:05 | Visualizada 266 vezes

A administração municipal considera os investimentos determinantes para melhorar a vida sobre 2 rodas.


Ouvir matéria

A prática do ciclismo cresceu em Ivaiporã e consequentemente aumentou a necessidade de mais segurança para quem utiliza a bike como hobby ou como meio de transporte econômico e prático. Além de ajudar a preservar o meio ambiente, a bike estimula hábitos saudáveis.

E, pensando na segurança, a Prefeitura de Ivaiporã cumpre a meta 109 do plano de governo referente ao aprimoramento da acessibilidade e mobilidade urbana, investindo em ciclovias no canteiro da Avenida Brasil (1,4 km entre a Fatec e a Praça Manoel Teodoro da Rocha, que engloba a Fase I do Centro Novo) e no Parque Jardim Botânico (950 metros com 3 metros de largura) e em ciclofaixas na Estrada Ouro Verde (12 km nos 2 lados da via), Vila Nova Porã (810 metros) e na Avenida Ladislao Gil Fernandez (2 km) – totalizando 17,16 km e R$1.284.359,49 em investimentos.

A ciclofaixa é um espaço demarcado na própria pista, enquanto a ciclovia é um espaço definido do tráfego dos demais veículos.

Qualidade de vida

De Cascavel para Ivaiporã. Há 30 dias, Darlan Dulnik passou a residir em Ivaiporã, onde pratica ciclismo. “Os investimentos em ciclofaixas e ciclovias feitos pela Prefeitura de Ivaiporã melhoram a qualidade de vida da população e estimulam a prática esportiva. Ponto para Prefeitura! Acho show de bola!”, reagiu o ciclista. 

Darlan Dulnik estava com o amigo Luiz Carlos de Moraes Filho, que passou a pedalar há uma semana – o suficiente para descobrir os benefícios do pedal. “As ciclofaixas na Avenida Ladislao Gil Fernandez, onde fiz pedal 5 vezes, ficaram muito bem sinalizadas e bem pintadas. Inclusive os motoristas diminuem a velocidade e se afastam dos ciclistas quando se aproximam das pistas”, observou Luiz Filho.

Girinho MTB

Aos sábados e domingos, o grupo de ciclistas Girinho MTB se encontra na Praça Mário Moreira Bonfim para fazer um longão – pedal longo. No sábado, dia 26 de novembro, o grupo saiu da cidade pela ciclofaixa da Estrada do Ouro Verde, por onde passam frequentemente, para percorrer 70 km de bike.

Joãozito Oliveira da Silva (Baiano), que integra o grupo Girinho MTB, disse que os investimentos feitos pela Prefeitura em ciclofaixa e ciclovia incentivam a prática do ciclismo e impõem aos motoristas mais respeito aos ciclistas. Há 15 dias, Baiano participou do Desafio MTB Sertão XCM 2022 e se classificou em 2º lugar na categoria Bike Sport – resultado de muitos treinos.

“As ciclofaixas na Estrada Ouro Verde ficaram muito boas. Às vezes, nos deparamos com sujeiras quando passamos para pedalar na terra. Mas a galera do speed fura muito pneu. Por isso, pedimos à Prefeitura para manter as pistas limpas. Quanto às pistas na Avenida Ladislao Gil Fernandez ficaram muito boas e dá para fazer um bom treino”, afirmou Divonsir Ramos, que também faz parte do grupo Girinho MTB.

A cada 15 dias, a empresa Campos Verdes fará a manutenção da limpeza na ciclofaixa da Estrada do Ouro Verde.

No que se refere à ciclovia no canteiro da Avenida Brasil o ciclista Divonsir Ramos disse que será muito útil para quem se locomoverá a trabalho ou se deslocará entre o centro e a Vila Nova Porã.

O otorrino Humberto Moreira da Silva, que também faz parte do grupo Girinho MTB, entende que as ciclovias e ciclofaixas são motivos de orgulho para Ivaiporã. “Os investimentos e as estruturas são muito boas – e só temos a agradecer. Mas é preciso manter limpas para garantir a segurança de quem pratica ciclismo”, opinou Humberto Silva. 

Mais segurança

Na Avenida Ladislao Gil Fernandez quem pedala diariamente é a ciclista Daiane Farias. “Antes, era muito arriscado pedalar na contramão. Com as ciclofaixas ficou muito bom pedalar – especialmente para quem vem com frequência. Com a iluminação, podemos pedalar até mais tarde e com mais segurança”, garantiu a ciclista antecipando que também usará a ciclovia no canteiro da Avenida Brasil, uma vez que não tem carro.

A administração municipal considera os investimentos determinantes para melhorar a vida sobre 2 rodas. “Está comprovado que o uso da bicicleta proporciona economia financeira, agilidade e praticidade para estacionar, vantagens à saúde física e mental, e preservação do meio ambiente por não emitir gases poluentes. Inclusive adquirimos 80 bicicletários, que serão instalados em espaços públicos, para que os ciclistas mantenham a bicicleta segura”, antecipou o prefeito Carlos Gil.

Centro Novo

A Fase II do Centro Novo será executada a partir da Casa Esperança – passando pela Praça Manuel Marques Pereira, Terminal Rodoviário, seguindo pelas Avenidas Brasil e Souza Naves, sentido Centro Cultural, UPA 24h, IAP, Apae – e finalizando na Praça Manuel Marques Pereira. O percurso da Fase II soma 2,2 km com ciclovia. As Fases I e II somam 3,6 km de ciclovia.

“O município não economiza quando o assunto é o bem-estar da população e a melhoria da mobilidade urbana”, concluiu o prefeito Carlos Gil.

Mais fotos 

https://www.facebook.com/photo/?fbid=518129107013917&set=pcb.518131240347037

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ivaiporã - Lúcia Lima

 Veja Também