Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

Campanha

Departamento de Saúde da Prefeitura de Ivaiporã aplicou 914 doses de vacinas no Dia D de Vacinação

Quarta-feira, 19 de abril de 2023

Última Modificação: 27/04/2023 07:57:35 | Visualizada 1218 vezes

Vale lembrar que a Campanha de Vacinação Contra Influenza encerra dia 31 de maio.


Ouvir matéria

O Departamento de Saúde da Prefeitura de Ivaiporã aderiu à Campanha de Vacinação contra Covid-19, Gripe e Vacinas de Rotina nas UBS do Jacutinga, Vila Nova Porã, São Luiz, Santo Antônio, João XXIII, São Francisco e Monte Castelo, e no Centro de Saúde, que atenderam exclusivamente para vacinar crianças, adultos e idosos.

Foram aplicadas 914 doses de vacinas. No entanto, quem não pode ir se vacinar no sábado, dia 15 de abril, pode procurar a UBS mais próxima ou o Centro de Saúde. O Departamento de Saúde disponibiliza vacinas de rotina, tais como BCG, hepatite B, pentavalente, VIP/VOP (pólio), rotavírus, meningo C, febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), varicela, hepatite A, dupla adulto, HPV, dTpa adulto, pneumo 10, meningo ACWY e DTP (tríplice bacteriana).

Vale lembrar que a Campanha de Vacinação Contra Influenza encerra dia 31 de maio. As demais vacinas de rotina e contra Covid-19 estão disponíveis nas UBS. A população deve levar CPF ou Cartão SUS e Carteira de Vacina.

 

Defesa da vida

A diretora do Departamento de Saúde, Cristiane Pantaleão, defendeu a importância da vacinação – seja ela contra Covid-19, gripe ou de rotina, e lamentou o movimento antivacina por ser contra a vida. “Infelizmente, algumas doenças voltaram a surgir no Brasil – como o sarampo e a febre amarela, por exemplo, devido à baixa cobertura vacinal. Mas Ivaiporã defende a vida”, enfatizou Cristiane Pantaleão.

Em nome da Câmara de Vereadores, o vereador José Maurino Carniato mencionou os esforços das equipes do Departamento de Saúde e lembrou que as vacinas ajudam a diminuir as filas nas UBS – especialmente com as mudanças de temperatura.

Conforme a chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother, a meta do Estado era vacinar 800 mil pessoas, uma vez que a vacinação estava abaixo do desejado. “As vacinas previnem doenças, diminuem os atendimentos nos serviços de saúde e salvam vidas”, citou Eleane Rother.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Lúcia Lima

 Galeria de Fotos

 Veja Também