Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

190

Conseg de Ivaiporã lança programa Vizinho Solidário com apoio da Prefeitura e Polícia Militar

Sexta-feira, 24 de fevereiro de 2023

Última Modificação: 28/02/2023 15:08:37 | Visualizada 273 vezes

Fica a cargo dos vizinhos a criação de redes sociais ou sinais sonoros para facilitar a comunicação.


Ouvir matéria

A gestão Carlos Gil e Marcelo Reis dá sequência ao plano de governo, referente à meta 84, mantendo parceria com o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) e lançando o programa Vizinho Solidário, nesta sexta-feira, dia 24 de fevereiro, com apoio do Departamento de Assistência Social, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Municipal dos Direitos do Idoso, Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas, Rotary Club, Associação de Senhoras de Rotarianos de Ivaiporã, vereadora Gertrudes Bernardy e da Polícia Militar. A ação foi conduzida pelo presidente do Conseg, Jair Burato.

O programa Vizinho Solidário (Lei Estadual 21.027/2022) é desenvolvido no Estado e a implantação em Ivaiporã foi sugerida pela vereadora Gertrudes Bernardy com a finalidade de facilitar a troca de informações entre vizinhos e as forças de segurança – caso algo suspeito ocorra na propriedade do outro.

Conforme o programa estadual fica a cargo dos vizinhos a criação de redes sociais ou sinais sonoros para facilitar a comunicação.

 

Conscientização

“Em Maringá, por exemplo, moradores de alguns bairros adotaram o programa Vizinho Solidário e funciona muito bem! Tenho certeza que será um sucesso em Ivaiporã. Basta a população se conscientizar sobre a importância de se criar um grupo no WhatsApp, avisar quando se ausentar de casa – observar a casa do vizinho quando solicitado e usar um apito em caso de perigo. Estas atitudes  podem ajudar a diminuir a criminalidade no município”, sugeriu Gertrudes Bernardy.

Ione Muchiuti, que faz parte Associação de Senhoras de Rotarianos, disse que se a sociedade não for conscientizada a violência poderá aumentar.

O 1º sargento Rogério Bossoni aconselhou os vizinhos trocarem contatos e adotarem o programa que é composto por medidas preventivas. “O programa Vizinho Solidário também é importante para os comerciantes, porque vivemos em sociedade e devemos aumentar o circulo de contato e amizade”, observou o militar.

Segundo Jair Burato o programa ajuda a criar uma rede de comunicação mais ágil. “Mas é necessário o envolvimento da sociedade para inibir a criminalidade. Quando perceber atitude suspeita, basta comunicar ao vizinho. E, em caso de perigo, deve-se ligar 190 [Polícia Militar]”, orientou o presidente do Conseg.

O prefeito em exercício, Marcelo Reis, disse que a segurança pública é uma pauta constante entre a Prefeitura e o Conseg, visando inibir atos criminosos no município. “Em janeiro, discutimos os detalhes da implantação do programa. Hoje, lançamos o Vizinho Solidário para prevenir furtos e roubos – entre outros delitos e crimes. Neste aspecto, o programa terá eficácia se a sociedade aderir a exemplo de outros municípios do Estado”, comparou o prefeito Marcelo Reis.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Lúcia Lima

 Veja Também