Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

Regularização

Copel reúne-se com empresas de telefonia, internet e serviços multimídia a pedido da Prefeitura de Ivaiporã

Quinta-feira, 06 de abril de 2023

Última Modificação: 11/04/2023 09:10:25 | Visualizada 1147 vezes

O prefeito em exercício Marcelo Reis justificou a importância da reunião especialmente pelo processo de desenvolvimento pelo qual passa o município.


Ouvir matéria

A pedido da Prefeitura de Ivaiporã, a equipe da Copel se reuniu com representantes de empresas para apresentar a proposta de alinhamento e regularização de cabos de telefonia, internet e de serviços multimídia.

As equipes também falaram sobre as redes de Telecom, que compartilham as estruturas da Copel, as quais estão em desacordo com contratos e normas técnicas – sobretudo fios e cabos rompidos, soltos ou desativados que permanecem na estrutura da Copel, altura dos cabos em relação ao solo, ausência de placas de identificação nos cabos e equipamentos, instalação de reserva técnica e sobra de cabos, situações que constituem risco a segurança e instalações de redes e cabos lançados sem aprovação de projetos.

O prefeito em exercício Marcelo Reis justificou a importância da reunião especialmente pelo processo de desenvolvimento pelo qual passa o município. “Trata-se de um momento democrático para que os representantes de empresas apresentem opiniões à equipe da Copel e estabeleçam um cronograma de regularização”, explicou Marcelo Reis, que estava acompanhado do diretor do Departamento de Obras, Bruno Montoro.

Fernando Depra, que é gerente comercial de compartilhamento de estrutura da Copel, explicou que a equipe aguarda Bruno Montoro enviar à Copel as ruas consideradas prioritárias, onde há fios soltos ou caídos, os quais não são da Copel e sim das empresas representadas na reunião.

“Os representantes das empresas serão notificados a regularizar os fios. O prazo encerra dia 8 de maio. A partir desta data a Copel irá autuar aquelas empresas que eventualmente não realizarem a manutenção, e aplicar multa. Na sequência, definiremos outro trecho a ser trabalhado”, informou Fernando Depra.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Lúcia Lima

 Galeria de Fotos

 Veja Também