Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

4º e 5º ano

Prefeitura de Ivaiporã lança 2º Programa de Formação Super Agente de Combate à Dengue

Quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Última Modificação: 29/02/2024 16:53:27 | Visualizada 171 vezes

O objetivo principal é educar os jovens sobre os perigos da dengue e como prevenir a propagação.


Ouvir matéria

Ivaiporã alerta para os casos de dengue, reforçando a importância de iniciativas educativas para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Por isso, a Prefeitura lançou o 2º Programa de Formação Super Agente de Combate à Dengue, por intermédio das Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social e Educação, e apoio da vereadora Gertrudes Bernardy, que apresentou o Programa de Formação Super Agente de Combate à Dengue ao Legislativo – tornando Lei 3.689 de 16 de maio de 2022.

Anteriormente direcionado apenas aos projetos sociais Renascer, Casa de Vivência e Centro da Juventude, o programa se estende aos alunos do 4º e 5º ano da rede municipal de ensino. O objetivo principal é educar os jovens sobre os perigos da dengue e como prevenir a propagação.

Como autora da iniciativa a vereadora Gertrudes Bernardy se mostrou orgulhosa por ajudar a conscientizar mais crianças e adolescentes. É fundamental que a juventude seja educada e capacitada para ser parte ativa na prevenção da dengue e na promoção da saúde pública”, defendeu a vereadora.

Para o prefeito Carlos Gil, que está licenciado, a prevenção é a chave para combater a dengue. “Com o envolvimento das crianças e adolescentes podemos espalhar informações valiosas que contribuem para a redução dos casos", declarou Carlos Gil, que acompanhou o lançamento no Centro Cultural Olívia Hauptmann, na terça-feira, dia 27 de fevereiro.

 

Teoria e prática

A abordagem do programa integra teoria e prática, com os alunos realizando vistorias em residências sob a supervisão da secretária municipal de Saúde, Cristiane Pantaleão, agentes de endemias da Vigilância Sanitária – além do acompanhamento de monitores.

“Crianças e adolescentes são agentes multiplicadores essenciais na luta contra a dengue. Capacitá-los para identificar e eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti é uma estratégia eficaz para proteger a população”, enfatizou Cristiane Pantaleão.

Durante as atividades práticas, os participantes utilizam equipamentos de identificação, como coletes, cartões de identificação, canetas e adesivos que são afixados nas residências de acordo com os resultados das vistorias.

 

União

“A união de esforços entre diferentes setores da administração pública é fundamental para o sucesso desta iniciativa. Estamos comprometidos em fornecer recursos e suporte necessários para combatermos a dengue”, ressaltou Silvana Pessutti, que é secretária municipal de Assistência Social.

Adriano Diglio, secretário de Educação, reforçou a importância da educação como ferramenta fundamental na prevenção da dengue. “Investir na formação dos jovens é investir no futuro. Por isso, capacitar as crianças e adolescentes para serem agentes ativos na luta contra a dengue é uma prioridade para a Secretaria de Educação", afirmou Adriano Diglio.

Além das parcerias, o Programa de Formação Super Agente de Combate à Dengue conta com o apoio do Sesc/Paraná, que há 4 anos tem desempenhado um papel crucial no combate às doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. “Com o aplicativo do Sesc promovemos a campanha Aqui o Mosquito Não Entra, que incentiva a população a reportar possíveis focos do mosquito e compartilhar boas práticas de prevenção”, informou Andrea Lisboa Marques Stresser, que é técnica de atividades do Sesc.

Fonte: Lúcia Lima - assessoria de imprensa

 Veja Também