Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

22 consultórios

Prefeitura de Ivaiporã avança na construção do AME para oferecer saúde de qualidade a 16 municípios

Sexta-feira, 05 de abril de 2024

Última Modificação: 10/04/2024 08:59:03 | Visualizada 172 vezes

Sobre a manutenção e custeio do AME, Cristiane Pantaleão acrescentou que a maior parte será custeada entre os 16 municípios da 22ª Regional de Saúde.


Ouvir matéria

O prefeito de Ivaiporã, Carlos Gil, e os secretários municipais de Obras, Saúde e Meio Ambiente, Bruno Montoro, Cristiane Pantaleão e Denise Kusminski, realizaram uma visita técnica à obra de construção do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), localizada na Rua Augusto Urbanski, próxima a 38ª Ciretran.

O terreno é de propriedade do município e a obra é executada pela Prefeitura, que detém a responsabilidade direta sobre a condução. O AME é fruto de um convênio estabelecido entre o município e o Governo do Estado, que é o principal financiador, arcando com 98% dos custos da obra: R$12.535.375,43. Como contrapartida, o município contribui com 2% do investimento: R$273.992,15.

Além disso, é importante ressaltar que a preparação do terreno, incluindo a terraplanagem, foi realizada pelo município. Todo o processo de fiscalização, acompanhamento, medição e pagamento da obra é conduzido pelos engenheiros da Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras.

O AME terá como objetivo atender os pacientes residentes nos municípios abrangidos pela 22ª Regional de Saúde, oferecendo 22 consultórios médicos e 7 salas de exames, equipadas com tecnologia avançada para proporcionar diagnósticos precisos e ágeis.

Prazo ajustado

Bruno Montoro ressaltou os avanços da obra. “Estamos com aproximadamente 50% de execução. As equipes trabalham no fechamento das divisórias em drywall – além da instalação de esgoto e galerias pluviais”, comentou Bruno Montoro explicando que houve um atraso de cerca de um mês e meio devido a um incidente com o muro na divisa com a 38ª Ciretran, o que exigiu alteração no projeto. O prazo para concluir foi ajustado com a previsão de término em agosto ou setembro.

Na visão da secretária Cristiane Pantaleão a estrutura será completa para oferecer consultas especializadas e diversos exames, como ressonância, endoscopia, colonoscopia, eletro e ultrassom. “O AME representará uma mudança histórica na região, porque irá reduzir a necessidade de deslocamento dos pacientes para outras cidades”, antecipou Cristiane Pantaleão.

Sobre a manutenção e custeio do AME, Cristiane Pantaleão acrescentou que a maior parte será custeada entre os 16 municípios da 22ª Regional de Saúde. “Solicitamos ao Estado um aumento no repasse financeiro, considerando que a estrutura demandará mais profissionais de saúde. Estamos aguardando uma resposta oficial do Governo do Estado”, informou Cristiane Pantaleão.  

Qualidade e acessibilidade

Christopher Chagas, engenheiro civil da Torres Novas Construtora, enfatizou o compromisso com a qualidade e acessibilidade da obra. “Estamos trabalhando com uma equipe de 22 funcionários dedicados visando garantir um ambiente acessível e funcional. O prazo foi prorrogado em 4 meses, com previsão de conclusão para setembro de 2024”, calculou o engenheiro.

No final da visita, o prefeito Carlos Gil expressou satisfação com o andamento da obra. “O projeto foi cuidadosamente planejado pelo Governo do Estado, com foco na inovação, sustentabilidade e acessibilidade. Trata-se de uma obra significativa para a melhoria da saúde pública em Ivaiporã e na região, porque o AME visa reduzir as filas de espera, os deslocamentos desnecessários e garantir atendimento ágil e eficaz para todos que necessitarem”, afirmou Carlos Gil.

 

Fonte: Lúcia Lima - assessoria de imprensa

 Veja Também