Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

Incentivo

Parceria entre Governo Federal, IFPR e Assistência Social capacita 30 mulheres em Ivaiporã

Quinta-feira, 11 de abril de 2024

Última Modificação: 16/04/2024 11:31:33 | Visualizada 852 vezes

São ofertados cursos de formação e bolsa-auxílio no valor de R$6,00 por hora - totalizando R$ 920,00 no final do curso de Agente Cultural


Ouvir matéria

O programa Mulheres Mil, desenvolvido pelo Governo Federal em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Ivaiporã, por intermédio do Cras (Centro de Referência de Assistência Social), e o Campus do IFPR, oportuniza formação técnica e inserção no mercado de trabalho de mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Os cursos oferecidos pelo programa abrangem diversas áreas de qualificação profissional, distribuídos em 12 eixos. Com uma carga horária mínima de 160 horas, as participantes têm a oportunidade de se capacitar em áreas como artesanato, produção alimentícia de geleias, boas práticas, educação financeira e informática básica, além de receberem conhecimento sobre direitos da mulher, segurança e saúde feminina.

São ofertados cursos de formação e bolsa-auxílio no valor de R$6,00 por hora – totalizando R$ 920,00 no final do curso de Agente Cultural, que tem 160 horas. As inscritas têm aula 2 vezes por semana no Campus do IFPR.

 

Mudar de vida

Para Adriano José Ortiz, diretor de ensino do Campus do IFPR de Ivaiporã, o programa Mulheres Mil desempenha um papel fundamental ao oferecer capacitação específica. “O objetivo é proporcionar as alunas a oportunidade de mudar de vida. O programa Mulheres Mil acolhe as 30 inscritas na formação de Agente Cultural”, explicou o professor.

A coordenadora do programa Mulheres Mil, Andréa Martini, disse que o curso de Agente Cultural iniciou em março e encerra em julho. “As mulheres aprendem técnicas de artesanato, processamento de alimentos e de produção de mudas, e são orientadas por uma equipe formada por 7 docentes servidoras do Campus do IFPR”, informou Andréa Martini.

De acordo com Sônia Mendes, professora do IFPR, o curso de Agente Cultural desperta potencialidades e oferece caminhos para o desenvolvimento pessoal e profissional. “O nosso objetivo é dar visibilidade as mulheres, promover a humanização, despertar a criatividade e o potencial que elas possuem”, afirmou Sônia Costa Mendes.

Claudete Silva, Elza Cássia e Marilda Jesus se inscreveram no curso e foram unânimes ao mencionar as vantagens, que incluem conhecimento, atenção das equipes da Assistência Social e do IFPR, e especialmente as amizades.

A relevância do programa Mulheres Mil, no contexto do atendimento da Assistência Social, foi enfatizado pela secretária Silvana Pessutti. “A parceria visa proporcionar qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho. Por isso, é fundamental estimular o impacto positivo do programa na vida das participantes”, defendeu Silvana Pessutti.

Fonte: Lúcia Lima - assessoria de imprensa

 Galeria de Fotos

 Veja Também