Rua Rio Grande do Norte, 1000 | (43) 3471-1950 | 0800-649-3472 | administracao@ivaipora.pr.gov.br

Defesa

Ivaiporã recebe Caravana Paraná Unido pelas Mulheres com debates contra violência

Sábado, 25 de maio de 2024

Última Modificação: 25/05/2024 09:59:26 | Visualizada 198 vezes

O objetivo da Caravana Paraná Unido pelas Mulheres é mostrar que as mulheres do Estado podem se sentir cada dia mais protegidas e respeitadas.


Ouvir matéria

Na sexta-feira, dia 24 de maio, o Centro Cultural Olívia Hauptmann de Ivaiporã foi palco de um evento de grande relevância para a proteção das mulheres paranaenses. A Caravana Paraná Unido pelas Mulheres, que entrou está 2ª temporada, realizou o 3º episódio reunindo autoridades, especialistas e a população em um dia de atividades intensas.

O palco solene foi composto por diversas autoridades, tais como o prefeito de Ivaiporã, Carlos Gil, secretária de Estado da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, Leandre Dal Ponte, procuradora da Procuradoria da Mulher de Ivaiporã, Gertrudes Bernardy, presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Edimar Santos, representante da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania, delegado Leonardo Carneiro, representante da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, professora Claudete Carvalho Canezini, presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), Emerson Toledo Pires, presidente da Associação dos Municípios do Centro do Paraná (Amocentro), Clodoaldo Fernandes dos Santos, presidente do Movimento Mulheres Municipalistas no Paraná,  Suzie Pucillo, vice-prefeita de Califórnia, Adriana Reis, presidente do Fórum de Gestoras do Estado do Paraná, Ivanete Paulino Xavier, comandante da Polícia Militar de Ivaiporã, major Marciano Corsini, delgado da Polícia Civil, Erlon Silva – entre outros convidados.

O evento incluiu uma recepção calorosa ao som do saxofonista Marquinhos. Após o credenciamento, os participantes assistiram à peça O Rei da Selva – uma adaptação do clássico O Rei Leão, realizada pela Secretaria Municipal de Cultura com as crianças dos projetos assistenciais da Prefeitura de Ivaiporã.

 

Rede de proteção

A abertura contou com a exibição de um vídeo que destacou a repercussão positiva da 1ª temporada da Caravana Paraná Unido pelas Mulheres, o fortalecimento da rede de proteção e o combate à violência contra as mulheres, a criação do Fundo Estadual da Mulher e os recursos destinados aos municípios para programas de proteção às mulheres, totalizando mais de R$ 20 milhões.

Gertrudes Bernardy afirmou que, sob a liderança da deputada federal Leandre Dal Ponte, o trabalho em defesa das mulheres é incansável para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “Ser mulher, dona de casa, empreendedora, servidora pública e mulher na política não é fácil. Enfrentamos descrença, desconfiança e, muitas vezes, tentativas de deslegitimar nosso trabalho. Mas não podemos desistir e sim persistir”, defendeu Gertrudes Bernardy.

O prefeito Carlos Gil contou que Ivaiporã também aderiu à iniciativa com a criação da Procuradoria da Mulher, por meio da vereadora Gertrudes Bernardy, que trabalha com o apoio do comandante da Polícia Militar, major Marciano Corsini, e do delgado da Polícia Civil, Erlon Silva.

“Inclusive as forças policiais registraram uma redução de 43% na violência contra a mulher em Ivaiporã. A violência, que antes estava escondida, passou a ser combatida, e as mulheres têm canais para buscar apoio”, afirmou Carlos Gil elogiando o Governo do Estado pela criação da Secretaria da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa.

 

Salvar vidas

Finalizando a abertura, Leandre Dal Ponte, enfatizou a importância da união entre Estado, municípios e sociedade civil na defesa dos direitos das mulheres. “Ivaiporã nos recebe com muito carinho. Por isso, agradeço ao prefeito Carlos Gil e à procuradora Gertrudes Bernardy por fortalecer a rede de proteção à mulher e o combate à violência. Infelizmente, em pleno século XXI, a violência contra as mulheres persiste. Mas precisamos dar um basta. Precisamos proteger a vítima e punir o agressor, porque estamos falando de salvar vidas”.

O objetivo da Caravana Paraná Unido pelas Mulheres é mostrar que as mulheres do Estado podem se sentir cada dia mais protegidas e respeitadas.

Fonte:  Lúcia Lima - assessoria de imprensa

 Veja Também